A Garota do Calendário (Fevereiro) de Audrey Carlan (Resenha)

499

Mia segue seu trabalho com o segundo cliente do ano e nós, leitores, estamos diante de um livro despretensioso, leve e rápido, ótimo para te tirar de uma ressaca literária!

Sinopse

 

Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street Journal.
Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.
A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil.
Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser…
Em fevereiro, Mia vai passar o mês em Seattle com Alec Dubois, um excêntrico artista francês. No papel de musa, ela vai embarcar em uma jornada de descobertas sexuais e lições sobre o amor e a vida que permanecerão com ela para sempre.

 

Link: Skoob | Comprar: SaraivaSubmarinoAmazonAmericanas

Resenha

Vamos então para o segundo mês de trabalho de Mia Saunders. Segundo mês, segundo cliente. Confesso que estava curiosa para saber qual seria minha reação diante dessa mudança de protagonista, já que me apeguei tanto ao Wes como informei na resenha do volume de janeiro (veja aqui). E minha reação foi exatamente como eu esperava. Gostei do livro, mas não me apaixonei pelo personagem masculino. Wes continua como meu preferido.

Alec Dubois é o cliente do mês. Um francês excêntrico, pintor famoso e lindíssimo (parecido com Ben Affleck. Jesus!), que contrata Mia para ser sua musa por um mês. No papel de musa, ela será pintada e fotografada para o novo projeto que Alec está criando. Ainda com os pensamentos em Wes, Mia não esperava que fosse se envolver tão rápido com Alec, mas esse envolvimento a levará a embarcar numa jornada de descobertas sexuais, lições sobre o amor e acima de tudo, fará descobertas sobre si mesma.

O mês é intenso para o casal e uma rotina diária é estabelecida e os dias vão passando com muito trabalho, comida e sexo… Bem diferente da rotina de Mia com Weston.

Bom, não posso falar mais do que  já falei  sobre a história desse livro, ou tirarei o prazer da leitura de vocês. É um livro com poucas páginas, mas com uma leitura extremamente envolvente.

Leitura  leve, divertida e despretensiosa

A narrativa da Audrey é extremamente envolvente e esse também, é um daqueles livros que você não consegue largar até acabar. A história não tem reviravoltas, nem momentos de tensão, mas ainda assim o leitor se sente preso e quer sempre saber o que vai acontecer depois.

Vi muitas críticas negativas a respeito do livro, mas acredito que seja pelo fato das pessoas não terem compreendido qual a proposta da autora com essa série. Pelo que pude perceber até o momento, o foco da autora está em Mia, nas experiências dela e no que ela vai vivenciar em cada um dos meses com os 12 contratantes. Não sei e em algum momento a autora vai explorar o drama familiar da personagem, mas sinceramente? Não estou sentindo falta disso. Estou gostando bastante da forma como Audrey tem trabalhado seus livros. É bem diferente do que temos no mercado relativo ao gênero erótico.

o-BEN-AFFLECK-DAREDEVIL-ARGO-facebookNo volume 1 conhecemos uma Mia forte, determinada, com dúvidas, porém disposta a enfrentar seus problemas. Foi um lado interessante de conhecer e que me fez gostar bastante da personagem. Já no volume 2, conhecemos um lado mais sentimental da protagonista e isso tem tudo a ver com o tema do livro. Alec é um artista sensível e mexe com os sentimentos de Mia conforme os dias vão passando e suas obras vão sendo criadas.

Preciso falar sobre Alec… Gostei do personagem. Gostei bastante até, mas o fato de meu coração pertencer ao Wes, me incomodou muito ver ele com Mia. Tenho certeza que isso irá acontecer com todos os outros volumes da série… Mia tem que ficar com Wes. Ponto Final. Mas voltando ao Alec… gostei da construção dele. Com toda certeza se eu estivesse lendo um outro livro onde ele fosse o protagonista com outra mulher, eu estaria aqui morrendo de amores por ele e torcendo muito pelo casal. Além de lindo ele tem a sensibilidade de todo artista e isso é fascinante…e gente… ele parece com o Batman, então já tem minha alma!

Minha experiência com essa série tem sido agradável. Li em 2 horas esse livro e já estou desesperada por Março! A leitura é leve, divertida, despretensiosa e ótima para um final de tarde debaixo das cobertas.

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Classificação
Enredo
Personagens
Narrativa
Capa
4.5 Erótico

Mia segue seu trabalho com o segundo cliente do ano e nós, leitores, estamos diante de um livro despretensioso, leve e rápido, ótimo para te tirar de uma ressaca literária!

About The Author

Nerd, Geek, viciada em livros, youtuber, aspirante a jornalista, apaixonada por animais e nas horas vagas tenta ser engraçadinha.