Outlander – Os Tambores do Outono (Parte 2) de Diana Gabaldon (Resenha)

524

Fui totalmente surpreendida nessa segunda parte. Toda a narrativa, da primeira à última página, é repleta de tensão, ação, emoção… Simplesmente não dá para parar de ler, pois a cada página lida, o leitor fica desesperado para ler a próxima e saber o que irá acontecer com os personagens.

Sinopse

 

Será possível alterar o passado?

Depois de voltar no tempo à Escócia do século XVIII e reencontrar Jamie Fraser, o amor de sua vida, Claire Randall seguiu com ele para o Novo Mundo. Agora eles moram na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, e Jamie, com o auxílio da misteriosa e autoritária Jocasta Cameron, conseguiu tornar-se uma pessoa influente. As coisas finalmente parecem estar entrando nos eixos.

Duzentos anos à frente, a filha dos dois, Brianna, encontra um recorte de jornal antigo e descobre que Claire e Jamie morrerão em um incêndio. Isso, somado à sua curiosidade em relação ao pai biológico e à saudade que sente da mãe, faz com que deixe o namorado para trás e se lance através do círculo de pedras em uma aterrorizante jornada rumo ao desconhecido. Para salvar a vida daqueles que ama, ela tentará mudar o passado, mesmo que isso signifique colocar em risco o próprio futuro.

Assim que fica sabendo o que a namorada fez, Roger Wakefield abandona seu emprego de professor e decide segui-la. Mais uma vez, a força do amor ultrapassa obstáculos, vencendo tempo e espaço, e dá início a uma nova e fantástica fase nesta saga antológica.

Na segunda parte de Os Tambores do Outono, Diana Gabaldon conta as aventuras de uma jovem destemida no atribulado século XVIII. Unindo sentimentos atemporais como culpa, raiva e amor a uma cuidadosa pesquisa histórica, a autora constrói uma trama inesquecível, com reencontros de tirar o fôlego e um desfecho emocionante.

Link: Skoob | Comprar: SaraivaSubmarinoAmazon

Confira: Livro 1 | Livro 2 | Livro 3 (Parte 1 e Parte 2) | Livro 4 (Parte 1)

Resenha

É incrível como essa autora consegue me surpreender a cada livro lido dessa série. Acho que falo isso em todas as minhas resenhas sobre Outlander… Se você ainda não leu os livros anteriores, cuidado que irá encontrar spoiler nesse texto.

Assim como o livro 3, o 4 foi dividido em dois volumes e posso dizer que a parte 2 de Tambores do Outono é mil vezes melhor que a parte 1. E olha que a parte 1 foi extremamente boa! Num primeiro momento Diana nos apresenta a vida de Jamie e Claire, se adaptando ao novo continente e firmando suas vidas na Cordilheira dos Frasers (Parte 1). Foi uma narrativa mais tranquila, sem muitas surpresas desagradáveis, o que me fez ter uma certa estranheza com a já tão familiar escrita da autora. Nem parecia Gabaldon escrevendo e isso me fez acreditar que o livro 4 da série nos deixaria respirar um pouco e ficar livre de toda intensidade da história. Ledo engano…

Na parte 2, claramente, a autora dá início a uma nova fase na saga. Acompanhamos Brianna, filha de Jamie e Claire (que nasceu no “futuro”), em sua tentativa de salvar os pais de um desastre que os matará. A garota resolve largar tudo, inclusive Roger (seu namorado), para se aventurar pelas pedras e voltar ao passado. O ano de 1769 não era nada fácil com mulheres e sozinha, ela estava submetida a perigos inimagináveis, por mais destemida que fosse. E é pensando nisso que Roger, ao descobrir o que Brianna fez, resolve segui-la e também usa o caminho das pedras para voltar ao passado.

Muita coisa acontece por causa das decisões tomadas pelos dois. Toda a narrativa, da primeira à última página, é repleta de tensão, ação, emoção… Simplesmente não dá para parar de ler, pois a cada página lida, o leitor fica desesperado para ler a próxima e saber o que irá acontecer com os personagens. Gente, vocês não tem noção do que é ficar caindo de sono, mas não conseguir ir dormir porque não consegue parar de ler! Levei 2 dias para ler o livro. Ele tem 500 páginas, é um livro de fantasia e as letras não são grandes…

Quando você acha que já aconteceu de tudo nessa saga, vem a Diana e te mostra que não…que ainda tem MUITO o que acontecer e simplesmente despedaça o seu coração! Esse é sem sombra de dúvidas um dos meus preferidos da série. Chorei, me desesperei, me entristeci e também me alegrei.

Outlander é uma daquelas sagas que se você leu o primeiro livro, se envolveu com a história e gostou, vai ficar desesperado pelo próximo e vai se apaixonar cada vez mais pelos personagens. Acho essa uma série completa. Ela é sim de fantasia, mas não só isso, tem uma pesquisa histórica fantástica, personagens extremamente ricos e bem construídos, um amor adulto lindíssimo, ação, aventura e acima de tudo tem escoceses com kilts!

Não assuste com a quantidade de páginas. Se você ainda não começou essa série, dê uma chance à ela que você verá que a quantidade de páginas é um mero detalhe que será ignorado!

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Classificação
Enredo
Narrativa
Personagens
Capa
5 Fantasia

Fui totalmente surpreendida nessa segunda parte. Toda a narrativa, da primeira à última página, é repleta de tensão, ação, emoção... Simplesmente não dá para parar de ler, pois a cada página lida, o leitor fica desesperado para ler a próxima e saber o que irá acontecer com os personagens.

About The Author

Nerd, Geek, viciada em livros, youtuber, aspirante a jornalista, apaixonada por animais e nas horas vagas tenta ser engraçadinha.