Cuidados para dividir a cama com seu animal de estimação

647

Dividir a cama com o pet é um assunto um pouco polêmico. Algumas pessoas acham que é errado e nada higiênico, enquanto outras dividem suas camas com seus mascotes e vivem felizes com isso. Mas será que existe realmente algum problema em fazer isso? Quais são os cuidados necessários? É justamente sobre isso que falaremos nesse artigo.

De acordo com uma pesquisa feita em 2015 da Associação Americana de Produtos Pets, quase metade dos cães domiciliados dormem na mesma cama que seus donos. A pesquisa constatou que 62% dos cães de pequeno porte, 41% dos cães de médio porte e 32% dos cães de grande porte dormem na cama dos seus donos. A mesma pesquisa descobriu que 62% dos gatos dormem na cama dos adultos e 13% nas camas das crianças. Acredito que no Brasil esses números não sejam muito diferentes.

Dividir a cama com o animal de estimação é mais comum do que você possa imaginar, eu mesma divido com meus pets e a veterinária Vivian Barbosa da Silva Santos garante que não há problemas em dividir lençóis, travesseiros e colchão com o bichinho. Para isso, o primeiro passo é ficar de olho na saúde do pet. A vacinação deve estar em dia. Os banhos devem ser semanais, e os vermífugos precisam ser aplicados no prazo correto.

Se você não sabe, dividir a cama é um hábito antigo que remonta o processo evolutivo canino e de seu relacionamento com o homem. Antigamente eles dormiam juntos como forma de proteção e, principalmente, para se aquecerem no frio, hoje esse hábito tem fatores psicológicos e comportamentais importantes para as duas espécies.

No universo canino, a cama do dono representa o mais alto degrau da hierarquia da matilha e por isso esse precioso local torna-se um objeto de desejo, quase como um troféu conquistado, e uma vez conquistado o direito, dificilmente o animal vai querer largá-lo. Para os gatos, representa uma extensão natural de seu território, além de ser muito aconchegante.

dormir-com-pets-2

É saudável dormir com animais de estimação na mesma cama?

Sim, é, mas são necessários alguns cuidados para que não existam problemas para os donos, mas sobre cuidados falarei mais adiante.

Se analisarmos do ponto de vista psicológico, dividir a cama com o pet pode ajudar as pessoas em relação à autoestima e segurança. Também proporciona uma sensação de bem estar e aconchego.

Claro que existem alguns contras e  dividir a cama com um animal de estimação pode atrapalhar a qualidade do sono, principalmente para pessoas que têm sono leve e dificuldade para dormir. O fato de se preocupar em machucar ou incomodar o pet poder ser um agravante para uma noite mal dormida.  Pessoas casadas que dividem a mesma cama podem ter, nesse hábito, um motivo de discussão, principalmente se o hábito não for consenso. Outro problema encontrado é quando existem mais que um cão na mesma casa, por que isso implicaria em vários animais na mesma cama e, possivelmente, menos espaço e mais disputa territorial (o meu caso).

Vantagens de dormir com seu peludo

dormire1A principal vantagem em dormir com seu pet está no vínculo que é formado entre vocês. A amizade é fortalecida e um cuidará do outro. Falo isso com muita propriedade, pois divido minha cama com 4 peludos.

Há estudos que asseguram que dormir com seu pet é benéfico para a saúde de ambos. No caso do ser humano, favorece baixando a pressão arterial e, inclusive, obtém-se um benefício emocional, evitando, assim, o estresse e a depressão. Isso ocorre devido ao carinho que ocorre entre o dono e o animal.

Com a diminuição do estresse podemos alcançar a regulação do sono e obter uma boa noite de descanso.

Dormir com seu pet pode proporcionar mais segurança, sobretudo para as crianças que sentem medo durante a noite, fato que pode ser superado com o animal dormindo no quarto da criança.

Desvantagens de dormir com seu peludo

dogs-in-bed-808x500-671x415

Existem pessoas que são categoricamente contra dividir uma cama com um pet, até mesmo o sofá. Conheço algumas pessoas que pensam assim, porém esse não é o meu caso como vocês já sabem. Essas pessoas afirmam que é prejudicial à saúde dormir na mesma cama que um pet, mas na verdade existem algumas desvantagens nisso.

Se você não tomar alguns cuidados, o principal problema que poderá acontecer é que seu pet poderá lhe transmitir algumas doenças. Doenças essas que estão relacionadas diretamente com parasitas. Se você for alérgico, tenha muito cuidado ao dormir junto com seu pet, principalmente se ele soltar muito pelo.

Se seu sono for leve, lembre que seu bichinho pode roncar ou se movimentar bastante a noite. Você também poderá ficar preocupado em machucá-lo e por causa disso não conseguir dormir direito.

gato-dormindo-rostoGatos podem te arranhar durante a noite sem que você perceba, então é importante manter as unhas dos bichanos bem aparadas e lixadas.

O hábito de dividir a cama pode causar um apego excessivo do seu animal ou até mesmo outros problemas. Ao ser permitido dormir na cama com o dono, o cão vai se sentir  aceito junto ao líder da matilha e, nos casos de cães dominantes ou mais agressivos, isso pode vir a se tornar um problema com o dono, outras pessoas da família e outros animais da casa. É muito comum o cão dominante não deixar outra pessoa se aproximar da cama de seu dono e, muitas vezes, protege o local com latidos e mordidas.

Tentar colocar esse animal (os gatos também) para dormir em outro local pode ser um problemão. Depois que acostumam, eles podem desenvolver alteração de comportamento com hábitos de agressividade, destruição do ambiente (principalmente gatos), iniciar automutilação, ficar depressivo e demarcação de território.

Cuidados necessários para dormir com seu peludo

jesleen92wordpress-dog-in-bedSe assim como eu você escolheu partilhar a cama com seu amiguinho, é necessário tomar alguns cuidados que vão servir para você e para ele também.

A higiene do seu pet é algo primordial e fundamental. É necessário que tomem banho uma vez por semana e estejam com vacinas e vermífugos em dia. Também é importante usar algum produto para evitar carrapatos e pulgas.

É importante que seu pet entenda que  você é quem manda e quem põe as regras, já que é o seu território. Eles não devem se sentir os donos do quarto, mas sim que você compartilha o local com eles. Deixe claro também que a cama é lugar para dormir e não para brincar. Aproveite e mostre em qual parte ele irá dormir.

Antes de dormir, leve seu pet para fazer as necessidades dele para evitar surpresas indesejadas durante a noite. Sempre que voltar de uma caminhada na rua, lave e seque com um secador as patinhas do animal para limpar as sujeiras da rua. Separe um cobertor para você e para seu bichinho para que ambos durmam mais tranquilamente e é indicado tirar o animal da cama e lhe dizer “assim não”, caso ele comece a rosnar quando você se mexer.

O importante é que todos estejam bem e felizes!

Total 3 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

About The Author

Nerd, Geek, viciada em livros, youtuber, aspirante a jornalista, apaixonada por animais e nas horas vagas tenta ser engraçadinha.

  • Greice Negrini

    Adorei a reportagem. Eu durmo com o meu e faço tudo isso e mesmo assim às vezes não consigo dormir porque ele quer mais espaço do que eu tenho para eu dormir e ele quer a cama toda. Mas não trocaria isto por nada.