Memórias de Uma Gueixa de Arthur Golden (Resenha)

229

Uma obra de ficção com uma personagem tão marcante que parece uma história real!

Sinopse

Olhos cinza-azulados. Muita água em sua personalidade, é o que diz a tradição japonesa. A água que sempre encontra fendas onde se infiltrar, cujo destino não pode ser detido. Assim é Sayuri, uma das gueixas mais famosas de Gion, o principal distrito dessa arte milenar em Kioto. Com um olhar, ela é capaz de seduzir. Com uma dança, ela deixa os homens a seus pés. O que ninguém sabe é que, por trás da gueixa de sucesso, há um passado de perdas e desilusões de uma mulher que, desde o dia em que o pai a vendeu como escrava, fez cada uma de suas escolhas motivada pelo amor ao único homem que lhe estendeu a mão. Neste livro acompanhamos sua transformação enquanto ela deixa para trás a infância no vilarejo pobre e aprende a rigorosa arte de ser uma gueixa: dança e música, quimonos e maquiagens; como servir o chá de modo a revelar apenas um vislumbre da parte interna do pulso; como sobreviver num mundo onde o que conta são as aparências, onde a virgindade de uma menina é leiloada, onde o amor é considerado uma ilusão. Já idosa, vivendo nos Estados Unidos, ela narra suas memórias com a sabedoria de quem teve uma vida longa e o lirismo de quem soube encontrar nela seu lado mais doce. Neste relato único, que reúne romance, erotismo e, muitas vezes, a dura realidade, Arthur Golden desenvolve uma escrita refinada e dá voz a uma personagem instigante e humana que conquistou milhões de leitores em todo o mundo.

Link: Skoob | Comprar: SaraivaSubmarinoAmazon

Resenha

Apesar de ter assistido ao filme um bom tempo atrás, ainda não havia lido o livro Memórias de Uma Gueixa. E quero deixar bem claro já no início dessa resenha, o livro é incomparavelmente melhor. Aliás, se você como eu, já viu o filme, mas, não leu o livro, esqueça do primeiro e mergulhe no livro com vontade. Se aquele tão premiado já é bom, este ganha muito mais vida com detalhes e cenas que não aparecem no filme. Esse foi um dos melhores livros que li nesse ano.

Apesar de se parecer com uma autobiografia, e de ser narrado em primeira pessoa, o livro está mais para um romance. E apesar de se parecer uma história verídica, por conter elementos históricos precisos e da cultura japonesa, é apenas fictícia. Nesse quesito, ponto para o autor, que escreve com tanta maestria e detalhes, que de fato, ficamos submersos no mundo de Sayuri e pensamos que ela realmente existiu.

Você encontrará dramas familiares, problemas sociais complexos, guerra, e claro, romance no livro. Os temas abordados são diversos! E em tempos de combate ao tráfico humano e trabalho escravo, você se surpreenderá com um ponto de vista diferenciado sobre esses assuntos.

Confesso que a minha maior surpresa foi a vontade de não parar mais de ler. Antes de começar a leitura das mais de 400 páginas do livro, achei que seria um pouco maçante, ou tediosa em algum momento. Mas, a fluidez da leitura é incrivelmente boa e cada cena nos deixa mais apreensivos com o desenrolar da próxima.

Enfim, se deseja um excelente livro para passar horas prazerosas de leitura nessas férias, Memórias de Uma Gueixa é uma boa pedida. Divirta-se num drama envolvente e relembre trechos da história do Japão e de sua cultura.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Classificação
Personagens
Narrativa
Enredo
4.3 Drama

Uma obra de ficção com uma personagem tão marcante que parece uma história real!

About The Author

Nerd, Geek, viciada em livros, youtuber, aspirante a jornalista, apaixonada por animais e nas horas vagas tenta ser engraçadinha.