Misterius In Versus de A. T. Correia (Resenha)

495

Com uma escrita dinâmica e uma narrativa envolvente, concluí a leitura das 230 páginas num dia. A escrita do autor é extremamente cativante, o clima de mistério é delicioso e o final é surpreendente!

Sinopse

 

Eduardo, um pacato bibliotecário do arquivo público em Portugal, cai numa armadilha montada por membros de uma sociedade secreta e passa a ser alvo de chantagem, que o empele a uma busca por tesouros perdidos e mistérios inimagináveis.

Sua busca o leva a descobrir mensagens encripitadas numa das maiores obras da língua portuguesa: Os Lusíadas, de Camões. Seu caminho passa por templos, locais sagrados e destinos turísticos entre o velho continente e a cidade do Rio de Janeiro.

 

Link: Skoob | Comprar: Livraria da TravessaEditora

Resenha

Realmente eu estava precisando sair um pouco da onda açucarada dos romances. Não que eu não goste, mas ficar muito tempo em um mesmo gênero torna-se cansativo. Para minha alegria, as editoras que tenho parceria lançaram diversos livros de outros gêneros e eis aqui um livro de ficção histórica investigativo.

Recebi Misterius In Versus em parceria com a Assessoria Lilian Comunica, mas o livro foi lançado pela editora Chiado que também é parceira do blog. A primeira coisa que me chamou a atenção no livro foi a capa, que com todos esses símbolos e monumentos históricos, apontam para uma bela teoria da conspiração, que acabou se confirmando com a sinopse.

O livro fala sobre Eduardo, um bibliotecário (curioso) do arquivo público de Portugal que acaba caindo numa armadilha criada por membros de uma ordem secreta e passa a ser alvo de chantagens. Existe um grande segredo guardado a sete chaves por membros do mais alto escalão dessa ordem, que juraram nunca revelar ao mundo tal segredo, custe o que custasse. Porém, alguns integrantes de um nível abaixo, acreditam que chegou o grande momento para o mundo descobrir “a verdade” e é aí que Edu entra na jogada juntamente com seu amigo Jean.

Acredita-se que Camões deixou pistas escondidas em sua principal obra, Os Lusíadas, sobre a localização do túmulo de Maria Madalena e um tesouro muito antigo. Em busca dessas informações, Edu e Jean começam uma caçada ao tesouro que os leva até o Rio de Janeiro, Portugal e França, visitando locais históricos, túmulos, catedrais e vivenciando muitos perigos.

Misturando fatos históricos com a ficção, é quase impossível de saber até onde vai a verdade dos fatos. A narrativa do autor é muito rica e dinâmica, prendendo o leitor de tal forma que toda a obra ficcional parece ser bem real.

A narrativa do autor é surpreendente. Ele escreve de uma forma muito dinâmica inserindo o leitor na história. Capítulos curtos, cheio de ação e suspense que me prenderam tanto, que li as 230 páginas em um dia só. Segundo o autor, a obra “é uma hipótese histórica, já que traz fatos históricos reais com nexos de ficção entre eles”.

Muito bem escrito, com um suspense incrível, o livro traz um final surpreendente. O motivo que não me fez dar 5 estrelas para ele é que em alguns pontos achei descritivo de mais e um pouco cansativo, mas a história é fascinante e tenho certeza que os fãs de Dan Brown e Neil Gaiman vão amar esse livro! Está mais do que recomendado.

Total 2 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Classificação
Personagens
Narrativa
Enredo
Capa
4.6 Ficção

Com uma escrita dinâmica e uma narrativa envolvente, concluí a leitura das 230 páginas num dia. A escrita do autor é extremamente cativante, o clima de mistério é delicioso e o final é surpreendente!

About The Author

Nerd, Geek, viciada em livros, youtuber, aspirante a jornalista, apaixonada por animais e nas horas vagas tenta ser engraçadinha.