O Jardim Esquecido de Kate Morton

95

Entre idas e vindas na narrativa, me senti como se estivesse dentro do mar, sendo levada pela correnteza de emoções junto aos personagens.

Sinopse

Kate Morton já vendeu mais de 10 milhões de livros no mundo.

Nova edição do livro de maior sucesso da autora.

Uma criança abandonada, um antigo livro mágico, um jardim secreto, uma família aristocrática, um amor negado. Em mais uma obra-prima, Kate Morton cria uma história fantástica que nos conduz por um labirinto de memórias e encantamento, como um verdadeiro conto de fadas.

Dez anos após um trágico acidente, Cassandra sofre um novo baque com a morte de sua querida avó, Nell. Triste e solitária, ela tem a sensação de que perdeu tudo o que considerava importante. Mas o inesperado testamento deixado pela avó provoca outra reviravolta, desafiando tudo o que pensava que sabia sobre si mesma e sua família.

Ao herdar uma misteriosa casa na Inglaterra, um chalé no penhasco rodeado por um jardim abandonado, Cassandra percebe que Nell guardava uma série de segredos e fica intrigada sobre o passado da avó.

Enchendo-se de coragem, ela decide viajar à Inglaterra em busca de respostas. Suas únicas pistas são uma maleta antiga e um livro de contos de fadas escrito por Eliza Makepeace, autora vitoriana que desapareceu no início do século XX. Mal sabe Cassandra que, nesse processo, vai descobrir uma nova vida para ela própria.

Publicado originalmente como O Jardim Secreto de Eliza.

Link: Skoob | Comprar: Amazon

Resenha

O Jardim Esquecido é o primeiro livro de Kate Morton que leio. Sabe aqueles livros que quando você termina a leitura,  fica olhando para o horizonte, pensando na vida e com uma sensação de “mas o que foi isso?” ? Pois é… Foi assim que me senti ao concluir a obra. Não por ser um livro cheio de ensinamentos profundos, mas por um emaranhado de histórias que se entrelaçam compartilhando tragédias. Tragédias que poderiam ser vivenciadas por qualquer um de nós.

A estrutura narrativa me deixou com a sensação de estar no fundo do mar. O que combina bastante com o enredo, diga-se de passagem. Ao acompanhar a trajetória de alguns personagens, indo e vindo, do passado para o presente (o passado em duas épocas diferentes), foi impossível não comparar o ritmo com o vai e vem das ondas. Somos envolvidos e jogados dentro da história de tal forma, que aquele marasmo pós um dia na praia, nos domina. Eu me senti “exausta” quando acabei a leitura.

Eliza, Nell, Cassandra e Rose são as peças principais, porém, outros personagens importantes aparecem e conseguimos conhecer o lado de cada um e vou confessar uma coisa, os pais de Rose me deixaram com um embrulho no estômago. Não dá pra se apegar a um personagem (apesar de eu amar Eliza). Achei incrível o fato da autora ter colocado como “personagem” principal a trama em si e essa trama se destaca tanto que as vezes os personagens tornam-se meros coadjuvantes. Não se iluda achando que Kate criou personagens rasos, longe disso! São muito bem construídos, marcantes e interessantes, mas a história tem um grande destaque. E que história!

Uma família marcada por segredos, tragédias, amor e melancolia. A narrativa prende tanto que é impossível querer largar o livro. O suspense existe desde a primeira página e ele vai sendo revelado aos poucos, nos momentos certos e instiga o leitor a querer saber mais. Quando a gente pensa que vai descobrir algo, vem a autora e nos joga um questionamento que muda completamente as nossas teorias. Simplesmente amei. Fiquei completamente envolvida.

Eu li relativamente rápido. Por ser um livro grande, com uma trama complexa (e letras miúdas) que requer bastante atenção, levei 4 dias (poucas horas lendo a noite) para terminar a leitura. Eu queria terminar e ao mesmo tempo não queria, pois esse é um livro que precisa ser degustado devagar.

Super recomendo a leitura para quem gosta de um bom suspense. Aviso a você que não espere uma história onde o final é feliz para todos como nos contos de fadas. Espere por algo doloroso, melancólico e com um desfecho arrebatador.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

5 Suspense

O Jardim Esquecido é o primeiro livro de Kate Morton que leio. Sabe aqueles livros que quando você termina a leitura,  fica olhando para o horizonte, pensando na vida e com uma sensação de "mas o que foi isso?" ?

About The Author

Nerd, Geek, viciada em livros, youtuber, aspirante a jornalista, apaixonada por animais e nas horas vagas tenta ser engraçadinha.