Por que devo assistir Black Mirror? (5 Motivos)

506

Desde que assinei a Netflix, o pouco que eu tinha de vida social foi por água abaixo… Me viciei no serviço de stream e o que mais gosto de assistir por lá são as séries. Uma das últimas que assisti foi Black Mirror e posso dizer que essa é uma série completamente no sense e muito próxima de nossa realidade.

Black Mirror é uma série de televisão britânica antológica criada por Charlie Brooker, que apresenta ficção especulativa com temas sombrios e às vezes satíricos que examinam a sociedade contemporânea, especialmente no que diz respeito às consequências imprevistas das novas tecnologias. É produzida pela Zeppotron para a Endemol.

Desde sempre o futuro e a tecnologia são temas que despertam a nossa curiosidade. O tema está presente em muitos filmes e séries. É fato que a tecnologia mudou nossos hábitos e afetam diretamente a nossa vida, e é justamente sobre essas mudanças que a série fala.

nosedive-black-mirror

Episódio: Queda Livre

Black Mirror é nosso Espelho Negro

Quem não gosta de imaginar como será a vida daqui alguns anos? Quais serão as novidades tecnológicas existentes e até que ponto isso irá nos afetar? Se você gosta de imaginar essas coisas, Black Mirror é pra você! Mas já aviso que você se deparará com episódios chocantes e reflexivos.

Sobre o título da série, o criador da mesma, Charlie Brooker, explicou para o The Guardian:

“Se a tecnologia é como uma droga – e ela parece com uma droga – quais são precisamente os efeitos colaterais? Essa área entre o prazer e o desconforto é onde Black Mirror, minha nova série dramática, está situada. O “espelho negro” do título é aquele que você irá encontrar em cada parede, em cada mesa, na palma de cada mão: a fria e brilhante tela de uma TV, monitor, smartphone.”

Mas afinal, por que devo assistir Black Mirror? Além de roteiro, produção, elenco e episódios marcantes, podemos citar os seguintes motivos:

1 – Episódios Independentes

A estrutura da série foi algo que me chamou muito a atenção. São episódios independentes e cada um possui um elenco diferente, set diferente, roteiros escritos por pessoas diferentes e até uma realidade diferente. Porém, todos abordam o mesmo tema: a interação homem x tecnologia e as consequências disso.

Atualmente a série conta com 3 temporadas e podemos esperar por outras pela frente. O próprio Stephen King demostrou interesse em escrever um roteiro para um dos episódios. Com certeza esse será épico!

1476445649_428143_1476448979_sumario_normal

Episódio: Hino Nacional

2 – Saindo da zona de conforto

Confesso a vocês que o primeiro episódio, “Hino Nacional”, da primeira temporada foi completamente chocante e incômodo pra mim. Ele aborda uma situação que sou totalmente contra, mas que me fez pensar o que eu faria se estivesse ali no lugar daquele personagem.

Sair da sua zona de conforto, te fazer pensar e tomar um choque de realidade, é exatamente isso que essa série faz com você. No episódio que fala sobre “avaliações nas redes sociais” me fez pensar que vivemos quase dessa forma hoje em dia. Quantas são as pessoas que demonstram uma vida que não vivem nas redes sociais só pra serem aceitos pelos outros e ganhar status? Podemos ver isso no episódio “Queda Livre” da terceira temporada.

grant_channel4_blackmirror103_6403

Episódio: Toda a sua história

3 – Tecnologia

Alguém aqui consegue sair de casa sem o seu celular, ou viver longe das redes sociais e internet? Acho que pouquíssimas pessoas conseguem. Seja por diversão ou trabalho, todos nós somos dependentes da internet e da tecnologia hoje em dia.

Um dos episódios que mais me chamou atenção nesse sentido foi o “Toda a sua história”. Já pensou se pudéssemos implantar em nosso cérebro um HD que armazena tudo aquilo que vemos durante o dia e pudéssemos assistir isso quantas vezes quiséssemos? Até que ponto isso pode ser benéfico? A princípio isso parece muito bom, mas será que é mesmo? Esse episódio mostra as consequências disso perfeitamente…

blackmirrorwhitebear

Episódio: Urso Branco

4 – A humanidade e seu sadismo

A série também aborda esse lado sádico dos seres humanos. Vivemos momentos onde a “vingança pornô”, as ofensas nas redes sociais, os haters de plantão, são coisas comuns (o que está totalmente errado) de se ver nas redes. Já imaginou se isso saísse das telas para o mundo real? Os episódios “Hino Nacional”, “Momento Waldo” e “Urso Branco” me deixaram com um embrulho no estômago…

5 – Completamente no sense

Como falei bem no início desse post, essa série é completamente sem sentido e ao mesmo tempo faz muito sentido. As vezes você acha que o roteirista viajou na batatinha, mas conforme vai assistindo, você percebe que tudo faz muito sentido e está bem mais perto de nossa realidade do que imaginamos.

Black Mirror é perturbadora, sombria, desconcertante e traz histórias que mostram humanos que acreditam dominar a tecnologia mas que estão totalmente desestruturados psicologicamente para manter essa relação de uma maneira saudável. Os “dominadores” na verdade são os dominados e isso não está muito longe de nossa realidade atual.

Não espere uma série cheia de ação, que faça sentido ou que te faça dar risadas. Ela é mais lenta, não faz sentido nenhum (e ao mesmo tempo faz) e vai agradar muito aos amantes da ficção científica. Vale muito a pena assistir!

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Classificação
Enredo
Personagens
Drama
5 Futurista

Não espere uma série cheia de ação, que faça sentido ou que te faça dar risadas. Ela é mais lenta, não faz sentido nenhum (e ao mesmo tempo faz) e vai agradar muito aos amantes da ficção científica. Vale muito a pena assistir!

About The Author

Nerd, Geek, viciada em livros, youtuber, aspirante a jornalista, apaixonada por animais e nas horas vagas tenta ser engraçadinha.