Qualquer Outro Lugar de A. G. Howard (Resenha)

1691

Nesse último livro da trilogia, A. G. Howard brincou, pisoteou e levou meu coração a andar na maior montanha russa que existe no mundo das emoções! Acabou, gente… Acabou.

Sinopse

Alyssa está tentando entrar novamente no País das Maravilhas. Os portais para o reino se fecharam, não sem antes levarem sua mãe. Jeb e Morfeu estão presos em Qualquer Outro Lugar, reino em que intraterrenos expulsos do País das Maravilhas estão vivendo.
Para resgatá-los, ela precisa recorrer à ajuda de seu pai. Juntos, eles iniciam uma missão quase impossível para tentar resgatar entes queridos, restaurar o equilíbrio dos reinos e o lugar dela como Rainha.
Alyssa precisa lutar não só com a Rainha Vermelha, um espírito malicioso que tem a intenção de refazer o País das Maravilhas à própria imagem, mas também reconstruir seu relacionamento com Jeb, o mortal que ela ama, e Morfeu, o ser fantástico que também reivindica seu coração.
E, se todos tiverem sucesso e saírem vivos, eles poderão finalmente ter o felizes para sempre .

 

Link: Skoob | Comprar: SaraivaSubmarinoAmazon

Resenhas: O Lado Mais SombrioA Mariposa no EspelhoAtrás do Espelho

Resenha

Como o tempo de espera por esse livro foi cruel… Tantos meses se passaram desde que li Atrás do Espelho mas a sensação de desespero ainda estava fervilhando em meu coração. O livro 2 terminou de maneira devastadora e quando recebi Qualquer Outro Lugar, não me importei com a pilha de livros que tenho aqui e passei ele na frente. A trilogia chegou ao fim e estou feliz por tê-la finalmente concluído, porém estou triste por me despedir de personagens que tanto amo.

Meu coração está despedaçado. Despedaçado de saudades de Morfeu, Alyssa e Jeb. O País das Maravilhas de A. G. Howard é tão fascinante que durante a leitura dos três livros sonhei com esse universo fantástico criado pela autora. Tem prova maior de que a leitura é tão boa que até dormindo não conseguimos nos desvincular da história?

Qualquer Outro Lugar

Se você ainda não leu os outros livros da série, recomendo parar a leitura dessa resenha aqui mesmo. Daqui em diante, spoilers dos outros volumes podem surgir.

Iniciando do exato ponto onde Atrás do Espelho parou, encontramos Alyssa e o pai (agora com suas memórias recuperadas), Thomas, correndo contra o tempo para salvar a mãe que ficou presa no País das Maravilhas que está um verdadeiro caos e, Jeb e Morfeu que foram sugados para dentro de Qualquer Outro Lugar na fatídica festa de formatura da garota.

Qualquer Outro Lugar é o mundo do espelho onde os exilados de Wonderland ficam presos sem poder sair de lá. Um mundo cruel, perigoso e sombrio onde os habitantes não podem usar magia e precisam lutar por sua sobrevivência constantemente. É lá que os dois amores de Alyssa estão e só através desse lugar terão acesso ao País das Maravilhas.

Quem entra nesse lugar sofre mutações e a mente da pessoa nunca mais volta a ser a mesma. De posse de suas memórias perdidas e ciente de suas origens, Thomas, segue com a filha para esse lugar tenebroso e juntos enfrentam a maior aventura de suas vidas. Depois de passar por diversos perigos, os dois finalmente encontram Morfeu e Jeb e Alyssa descobre que seu cavalheiro humano não é mais aquele garoto, melhor amigo que ela tanto ama. Jeb está mudado e Qualquer Outro Lugar produziu um efeito  nele. Além de lutar contra a Vermelha, Alyssa precisa trazer de volta o humano que ela conheceu e assim resgatar seus amores, restaurar o País das Maravilhas e assumir seu trono.

O terceiro e último livro da trilogia veio para fechar essa história com chave de ouro. Assim como os volumes anteriores, a autora despertou todos os meus sentimentos: medo, apreensão, desespero, compaixão, amor e saudade. O livro é intenso. Tem momentos angustiantes e belos. Howard consegue manipular nossas emoções e até o último momento fiquei com medo de qual seria o final dado para a história. Fiquei realmente com muito medo de não gostar da conclusão da obra. Mas isso não aconteceu. Ufa!

Alyssa amadureceu. Jeb e Morfeu também. As pontas soltas que ficaram nos livros anteriores foram muito bem amarradas nessa conclusão e achei maravilhosa a forma que a autora explorou o passado de Thomas e até mesmo o da Vermelha. Jeb é um personagem que gosto muito, mas realmente não tem jeito, Morfeu é o dono do meu coração. Amo o Morfeu sombrio, sarcástico, sedutor e apaixonado! Todos os personagens foram bem trabalhados e desenvolvidos e por mais que eu ame Morfeu, devo confessar que me peguei várias vezes torcendo para Jeb terminar com Alyssa.

O livro é fantástico. A narrativa envolvente e cheia de reviravoltas. O final tenho certeza que satisfaz a todos os leitores. O único problema é que ele deixou um sabor de saudade indescritível. O livro está mais do que recomendado!

Total 8 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Classificação
Personagens
Enredo
Narrativa
Capa
5 Fantasia

Nesse último livro da trilogia, A. G. Howard brincou, pisoteou e levou meu coração a andar na maior montanha russa que existe no mundo das emoções! Acabou, gente... Acabou.

About The Author

Nerd, Geek, viciada em livros, youtuber, aspirante a jornalista, apaixonada por animais e nas horas vagas tenta ser engraçadinha.