Quando o amor bater à sua porta de Samanta Holtz (Resenha)

285

Quando o amor bater à sua porta é um daqueles livros que nos fazem suspirar, se apaixonar e acreditar que o amor pode aparecer em nossas vidas a qualquer momento e de maneiras inesperadas.

Sinopse

 Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu.

Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso.

Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade.

O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja.

Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer.

A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.

Link: Skoob | Comprar: SaraivaSubmarinoAmazon

Resenha

Sabe aqueles livros que começam de forma despretensiosa e que vão te conquistando aos poucos, ao ponto de se tornarem um dos seus favoritos? Pois é, foi exatamente isso que aconteceu com Quando o amor bater à sua porta.

Apesar de ter ouvido falar muito bem sobre a escrita de Samanta Holtz, ainda não tinha tido a oportunidade de ler uma obra da autora, então não fazia ideia do que iria achar. Agora posso dizer que vou querer ler tudo o que essa mulher escrever porque virei fã.

O livro conta a história de Malu Rocha, uma escritora conceituada e que faz muito sucesso com seus romances. Porém, fora de seus livros, Malu não acredita no amor e vive uma vida marcada pela rotina. Dividindo seu tempo entre pedaladas matinais, a escrita e visitas constantes ao seu avô de 98 anos na clínica de repouso, Maria Luiza se depara com um estranho em sua porta e toda a sua vida vira de ponta cabeça.

O infinito não pertence ao futuro; ele pertence ao presente.

Luiz Otávio sofreu um acidente de carro e perdeu a memória. Ao acordar em um hospital e se deparar com a situação, seu único fio de esperança é um papel que encontra em seu bolso com o endereço da escritora e um horário marcado para a reunião. Para o desespero de Luiz Otávio, Malu não se lembra desse compromisso e o manda embora, mas ele insiste e sentindo-se responsável pelo estranho, um tempo depois, Malu resolve ajudar.

Preciso confessar que num primeiro momento não gostei muito de Malu. A personagem é arrogante, fria, dura e impaciente. Minha leitura começou devagar, mas foi só Luiz Otávio aparecer que as coisas começaram a mudar. A personagem foi me conquistando aos poucos, assim como o livro e quando me dei conta já estava torcendo muito para que ela tivesse um final feliz.

Você deixaria o amor entrar?

Diferente de Malu, o mocinho me conquistou desde o primeiro momento em que ele apareceu no livro. Ele é envolvente, misterioso, inteligente e completamente apaixonante! Luiz Otávio ganhou meu coração de todas as formas possíveis e imagináveis. A autora criou personagens intrigantes, marcantes e é quase impossível não se apaixonar por eles. Não apenas os protagonistas, mas os personagens secundários também são essenciais para essa história dar certo.

… Hoje aprendi que o amor é como um pássaro; ás vezes pousa em nosso ombro, ás vezes foge de nós. Cabe a nós aprendermos a reencontrá-lo sempre que ele ressurge sob novas formas e valorizar cada momento em que se faz presente.

O enredo é cheio de reviravoltas. Foram diversas sensações que senti no decorrer da leitura. Todo o livro tem um clima de romance, mas não aqueles romances apaixonados que mais parecem uma tempestade… um clima de calmaria. Essa é a palavra correta…aquele amor calmo, que nasce aos poucos e vai desabrochando como o botão de uma rosa. Os relacionamentos que nascem no decorrer da história são assim. Seja de uma relação de amizade ou de amor, todos passaram pra mim esse sentimento de calmaria e de um amor sólido que é construído diariamente.

Conforme as coisas foram acontecendo e os momentos tensos aparecendo, fui ficando desesperada e não consegui largar o livro mais. Impossível ficar sem saber qual será o destino de Malu e Luiz. Acredito que todo leitor fica se perguntando se Luiz é casado, o que vai acontecer com os dois, como vai ser o futuro dos personagens e o que cargas d’água Malu vai decidir com o final que dará ao seu livro. Essas e outras perguntas me levaram a devorar esse livro e só largar ele quando acabei.

A escrita de Samanta é apaixonante. Suspirei, chorei, me alegrei, me apaixonei e me vi sonhando em encontrar o amor da forma singela como Malu e Luiz encontraram. O livro está mais do que recomendado para quem gosta de romances e está em busca de uma leitura leve e emocionante.

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

5 Romance

Quando o amor bater à sua porta é um daqueles livros que nos fazem suspirar, se apaixonar e acreditar que o amor pode aparecer em nossas vidas a qualquer momento e de maneiras inesperadas.

About The Author

Nerd, Geek, viciada em livros, youtuber, aspirante a jornalista, apaixonada por animais e nas horas vagas tenta ser engraçadinha.