Ross Poldark de Winston Graham

222

“Ross Poldark” é daqueles livros que começam devagar e vai nos conquistando aos poucos, a cada página lida. É daqueles tipos de amor que tomam conta de nosso coração sem que percebamos e quando nos damos conta, ele está ali, pulsando fortemente e tão enraizado que é impossível desmoronar. Livro lindo, com personagens cativantes e de uma beleza tão sutil que é impossível não se apaixonar por Ross e Demelza.

Sinopse

 

O PRIMEIRO ROMANCE DA SÉRIE POLDARK
Cornualha, 1783-87. Cansado de uma guerra cruel na América, Ross Poldark volta para sua terra e sua família. Mas o alegre retorno que ele esperava se torna amargo, pois seu pai havia morrido, sua propriedade estava abandonada e a garota que ele amava estava noiva de seu primo. Porém, sua compaixão pelos mineradores e rendeiros desamparados do distrito o leva a resgatar uma faminta mocinha de rua que estava brigando em uma feira, um ato que altera todo o curso de sua vida…
Ross Poldark é o primeiro romance da incrível saga de Winston Graham sobre a vida na Cornualha do século dezoito. Publicado pela primeira vez em 1945, a série Poldark tem cativado leitores por mais de setenta anos. Agora, é uma série da BBC.

Links: Skoob | Comprar: PedrazulAmazon

Resenha

Ross Poldark é um daqueles livros que nos surpreende dentro de sua simplicidade. Comecei a leitura  totalmente no escuro e apesar de existir uma série adaptada do mesmo, não a assisti (ainda) e a única coisa que eu sabia sobre o livro é que é um romance histórico (com sabor de clássico).

Não vou entrar muito em detalhes sobre a trama porque a sinopse já resume bem e apesar de num primeiro momento o leitor achar que é algo muito simples, o livro surpreende bastante.

A forma como Graham estruturou a história e como ele narra os acontecimentos, vai conquistando o leitor pouco a pouco. Não só conquistando, mas também nos envolve com o enredo. A escrita do autor tem um detalhamento rico, que me transportou para a Cornualha de 1783. É possível sentir os cheiros (nem sempre agradáveis), o frio, o calor e todas as sensações descritas de uma forma tão real que fica difícil não se transportar para dentro da história.

O que mais me fascinou na leitura foi a construção dos personagens e o florescer do amor entre os protagonistas. Na verdade, apesar de existir um casal central, Winston desenvolveu todos os outros personagens de forma paralela aos protagonistas, me fazendo apaixonar (ou detestar) por cada uma de suas histórias.

O amor entre Ross e Demelza é lindo, forte e sem melosidades. É aquele tipo de amor que vai surgindo aos poucos, florescendo e se enraizando profundamente. Um amor sólido, duradouro, onde nada nem ninguém é capaz de destruir. É lindo ver o descobrimento desse amor pelos olhos do casal. O melhor de tudo é que não foi nada forçado. Surge tão naturalmente que nós leitores, nem percebemos que já estamos torcendo muito para tudo dar certo entre eles.

O crescimento de Demelza no decorrer da narrativa é lindo e emocionante. Também me apaixonei por Verity e espero que exista um livro para ela.

“Ross Poldark” é daqueles livros que começam devagar e vai nos conquistando aos poucos, a cada página lida. É daqueles tipos de amor que tomam conta de nosso coração sem que percebamos e quando nos damos conta, ele está ali, pulsando fortemente e tão enraizado que é impossível desmoronar. Livro lindo, com personagens cativantes e de uma beleza tão sutil que é impossível não se apaixonar por Ross e Demelza.

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

4 Drama

"Ross Poldark" é daqueles livros que começam devagar e vai nos conquistando aos poucos, a cada página lida. É daqueles tipos de amor que tomam conta de nosso coração sem que percebamos e quando nos damos conta, ele está ali, pulsando fortemente e tão enraizado que é impossível desmoronar. Livro lindo, com personagens cativantes e de uma beleza tão sutil que é impossível não se apaixonar por Ross e Demelza.

About The Author

Nerd, Geek, viciada em livros, youtuber, aspirante a jornalista, apaixonada por animais e nas horas vagas tenta ser engraçadinha.