Sete Indícios de um Pesadelo de Glen Adison

184

Contos/Terror. Mais sombrio e envolvente que o anterior. Glen Adison finalmente nos entrega algumas respostas, mas em contra-partida, explode nossos cérebros com as inúmeras reviravoltas na história.

O volume II da saga começa ainda mais misterioso. Riacho do Guimarães, uma terra mística no interior do Ceará, abriga uma história intrigante. Ao passo que novas descobertas se fazem, o entrelaçamento de fatos aponta uma nova proposição dos fatos. As visões se invertem e trazem junto com elas informações que o primeiro volume sequer sugeria. A narrativa é complexa e desafia o leitor a pensar a cerca do suspense que rondam os fatos. Trata-se na verdade de sete contos que visam nada mais que traduzir para o leitor uma visão facetada de uma mesma história.

Links: Skoob | Comprar: Clube de Autores

Resenha

Sete indícios de um pesadelo é o segundo livro da trilogia Sete pesadelos no riacho e com ele, estou de volta à Groaíras, cidadezinha do Ceará, bem no meio da confusão gerada pelos bruxos…

Se no primeiro livro a nossa mente deu um nó com as milhões de perguntas que surgem a cada conto, no segundo, o autor começa a responder as coisas, mas só começa mesmo porque outras perguntas surgem para nos deixar desesperados.

O segundo livro da trilogia é tão assustador quanto o primeiro, mas ele possui um tom mais sombrio, pesado e todas as histórias estão entrelaçadas, formando uma rede bem complexa de acontecimentos que apontam para um único caminho: Simão Salazhar.

A trama (característica dos 3 livros) tem seus plots divididos em contos. Cada livro possui sete contos com histórias diferentes que acabam se entrelaçando num determinado momento. No primeiro livro isso só fica nítido no final, mas nesse segundo, o autor começou a montar o quebra-cabeça e tudo ficou bem mais claro. Eu achei fantástica a construção que Glen deu para a história.

Não vou falar sobre cada conto em separado, até porque não dá mais para separar nada na história, mas posso dizer que meu preferido (nesse volume) é o “12:00 AM”, que é um conto mais futurista. Por que esse é meu preferido? Simplesmente porque ele possui uma das maiores reviravoltas da história e a inteligência (e criatividade) de Glen fica bem evidente neste conto. Cara, é inacreditável como (e o que) ele fez para encaixar um plot futurista e pós apocalíptico, numa história de terror regional. Eu ainda estou chocada…

A escrita de Glen está ainda mais fluida, detalhada e envolvente. É impossível largar o livro antes de chegar na última página. As dúvidas precisam de respostas, as teorias surgem e as surpresas são arrasadoras. Várias partes da narrativa é de arrepiar. Não recomendo para os mais sensíveis ler essa trilogia a noite e as notas do autor no final de cada conto nos deixam com ainda mais medo.

Uma dica para quem quiser começar agora a ler: compre os 3 livros de uma vez! Você não vai conseguir esperar para ler o próximo. Você vai precisar conhecer o desfecho da maldição lançada sobre Groaíras… Livro mais do que recomendado!

Ah, ele precisa ser lido na sequência correta. Apesar de ser um livro de contos, ele está totalmente interligado.

 

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

5 Contos

Mais sombrio e envolvente que o anterior. Glen Adison finalmente nos entrega algumas respostas, mas em contra-partida, explode nossos cérebros com as inúmeras reviravoltas na história.

About The Author

Nerd, Geek, viciada em livros, youtuber, aspirante a jornalista, apaixonada por animais e nas horas vagas tenta ser engraçadinha.