Snoopy e Charlie Brown – Peanuts, O Filme : Impressões

1545

Desde que Charles Schulz chegou a Nova York, em 1950, e vendeu suas tirinhas denominada Peanuts a um grupo de jornais, a turma do Charlie Brown tornou-se um grande sucesso. Quinze anos depois eles chegariam à TV com a série de desenhos animado e logo depois aos cinemas. E podemos dizer que essa turma continua encantando crianças de todas as idades até hoje.

Recentemente foi lançado o filme Snoopy e Charlie Brown – Peanuts, O Filme, uma animação em 3D para o cinema. Infelizmente não foi o autor original quem escreveu o roteiro e acompanhou o filme, pois o cartunista Charles Schulz morreu em 2000. Contudo, a família Schulz cuidou de tudo e o longa saiu bem fiel às obras de Charles. E essa é a primeira impressão que o filme passa, é de fato o bom e velho Snoopy quem está ali. Isso pode ser bom ou ruim, dependendo do ponto de vista. Calma, explico, bom porque o original é fantástico e tem todos os elementos que conhecemos e nos encantam; ruim (não acho que seja de jeito nenhum) porque traz consigo toda a ingenuidade e inteligência do original, bem diferente de muitas animações atuais. O que quero dizer é o seguinte, o filme pode encantar crianças e adultos, e pelas mesmas razões crianças e adultos podem o achar enfadonho.

O enredo é simples, mostrando a reação de Charlie Brown e sua turma com a chegada de uma nova moradora no bairro. Como sempre, Charlie Brown, lida com seus dilemas e auto-estima. Paralelamente, Snoopy tem sua aventura imaginária contra o seu arqui-inimigo Barão Vermelho (e foi essa parte no trailer que me levou ao cinema). Tudo é bem amarrado e a estória flui naturalmente, gerando emoções distintas. Muito divertido a maior parte do tempo, com alguns momentos mais emocionantes e com lições ensinadas como, falar a verdade e ajudar o próximo.

turma_snoopy

A animação foi muito bem feita e está lindíssima. A arte impecável, e a música também, como era de se esperar. Aliás, aqui temos um ponto fortíssimo do filme, que já o faz valer a pena mesmo para quem não é fã. A trilha sonora tem se tornado algo meio fraco em muitas animações atuais (excessão fortíssima para os filmes do Miyazaki), e sempre é maravilhoso quando nossos ouvidos são agraciados com uma boa trilha. Então, aliando o enredo, com a arte, animação, trilha sonora e o fator “fã”, é quase que um filme obrigatório de se ver no cinema.

Contudo, há um porém. Apesar de toda a diversão proporcionada, quando o filme termina, ficamos com a impressão de que faltou algo. Mesmo sem saber explicar direito o quê, talvez uma estória melhor, uma animação diferente, um personagem novo, algo que fizesse um Uau! Na verdade, o filme é ótimo, mas, merecia esse algo mais.

Finalmente, o filme cumpre ao que se propõe, proporcionando momentos divertidos e fiéis ao conteúdo original. O que fica muito melhor se você estiver bem acompanhado. Fica a dica de mais um bom filme. Você já assistiu? Conte para a gente o que achou nos comentários!

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Enredo
Animação
Trilha Sonora
Fotografia
4.6 Ótimo

Próximo das férias de inverno, a vida de Charlie Brown e sua turma sofre uma mudança com a chegada na cidade de uma garotinha da cabelo vermelho. Brown logo se encanta pela jovem e tenta lutar contra sua timidez e sua baixa autoestima para falar com ela. Ao mesmo tempo, Snoopy encontra uma máquina de escrever e começa a imaginar uma história pra lá de fantasiosa e heróica.

About The Author

O MBA que se acha um eterno aprendiz, mas, adora um bom papo com café. Espero contribuir e aprender com as pessoas com quem convivo e pelos lugares por onde passo.