Tudo e Todas as Coisas de Nicola Yoon (Resenha)

557

Sinopse

“Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre.”

 

Link: Skoob | Comprar: SaraivaSubmarinoAmazon

Resenha

No dia em que vi esse lançamento da editora Novo Conceito pensei: “Esse é um daqueles livros tristes que me farão chorar. Não quero ler.” Aí o livro foi enviado para todos os parceiros e demorei um pouco para o pegar pra ler por não me sentir preparada. Confesso para vocês que o livro não é nada daquilo que eu estava esperando e me arrependi muito por não ter começado a ler assim que ele chegou. Sim, é um drama. Não, não tem um final tristemente devastador. Esse é um drama que te deixa feliz.

Madeline é uma jovem que conhece o mundo apenas através dos livros, internet e das janelas de sua casa. Por ter sido diagnosticada com uma doença muito rara quando tinha 6 meses de vida ela precisou ficar trancada dentro de casa. Maddy tem alergia a praticamente tudo. Ao sol, ao ar, ao mundo. Vivendo dentro de uma bolha, ela convive apenas com a mãe e Carla, sua enfermeira. A mãe de Maddy perdeu o filho e o marido no mesmo dia em um acidente de carro quando  Madeline completou 5 meses, então quando a filha foi diagnosticada com IDCG, ela abdicou de muitas coisas para proteger a única coisa que lhe sobrou.

A casa de Madeline foi completamente reformada para atender às suas necessidades. Assim, qualquer pessoa que não seja Carla ou a mãe de Madeline são proibidas de entrar na casa. A entrada na casa exige todo um processo de desinfecção no qual nem todo mundo quer se sujeitar. Ao ver todo o sacrifício da mãe, Madeline se sente grata e reconhece o amor profundo que ela a dedica. O relacionamento dela com a mãe e com a enfermeira é lindo e tudo estava completamente perfeito até o dia em que Olly, um garoto com olhos da cor do oceano muda-se para a casa ao lado.

“Eu era feliz antes de conhecê-lo. Mas agora estou viva. São coisas diferentes.”

Assim como num conto de fadas, Maddy vive como pode. Seu universo é um mundo de fantasia que ela criou através do que conhece dos livros, da internet e tudo isso bastava. Era um mundo imerso no conformismo, no pouco, no básico para a sobrevivência, porém Olly despertou um mundo novo e desconhecido no qual Maddy se viu impulsionada a explorar. Os dois passam a se comunicar através de mímica pela janela e em seguida com troca de e-mails e mensagens pela internet. Uma intimidade que ela só conhecia com a mãe e Carla começa a existir entre os dois e Madeline se vê apaixonada e aterrorizada. Seria justo se envolver com alguém que ela nunca poderá tocar e beijar?

“-Não foi sua culpa. A vida é um dom. Não se esqueça de vivê-la. – A voz da Carla é feroz.”

Narrado em primeira pessoa e na visão de Madeline, o livro trás uma história profunda em uma narrativa muito leve. Conforme o leitor vai seguindo com a leitura muitas alternativas vão surgindo na cabeça para o desfecho da história. Me vi diversas vezes com o coração apertado, com medo do que poderia acontecer e ao mesmo tempo me senti tão encantada por Maddy e sua forma de enxergar a vida e todos os acontecimentos, que me vi muito próxima da personagem.

A autora foi muito feliz nessa obra. Ela conseguiu trabalhar um enredo que tem uma carga emocional tão pesada e complexa de uma forma tão simples e linda que me encantou. Esse livro vou guardar pro resto da vida. Ele tem exemplos muito profundos e acontecimentos que me fizeram reavaliar o que tenho feito com a minha vida. Ficamos pensando: Será que vale a pena? Será que estou realmente vivendo? Milhares de quotes marcadas e frases que vão servir de inspiração para diversos momentos de minha vida estão marcados.

Essa é uma história triste que te deixa feliz. O livro fala sobre esperança, amor, valores, amizade e fé. Fé na vida, fé no amor e acima de tudo, fé em si mesmo. Tudo e Todas as Coisas é lindo e deveria ser uma leitura obrigatória para todos! A diagramação está linda e dentro encontramos várias ilustrações que complementam bem a leitura.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Classificação
Diagramação
Enredo
Narrativa
Personagens
Capa
5 Drama

Tudo e Todas as Coisas possui uma história tocante que me fez pensar na vida e no sentido da mesma. O livro tem uma escrita leve com verdades tão profundas quanto o mar.

About The Author

Nerd, Geek, viciada em livros, youtuber, aspirante a jornalista, apaixonada por animais e nas horas vagas tenta ser engraçadinha.