Uma Dobra no Tempo de Madeleine L’Engle

2390

Uma leitura leve, divertida e emocionante, repleta de mensagens que podemos carregar para toda a vida.

Sinopse

 

Um clássico da fantasia e da ficção científica emerge!

Era uma noite escura e tempestuosa; a jovem Meg Murry e seu irmão mais novo, Charles Wallace, descem para fazer um lanche tardio quando recebem a visita de uma figura muito peculiar.

“Noites loucas são a minha glória”, diz a estranha misteriosa. “Foi só uma lufada que me pegou de jeito e me tirou da rota. Descansarei um pouco e seguirei meu rumo. Por falar em rumos, meu doce, saiba que o tesserato existe, sim.”

O que seria um tesserato? O pai de Meg bem andava experimentando com a quinta dimensão quando desapareceu misteriosamente… Agora, com a ajuda de três criaturas muito peculiares, chegou o momento de Meg, seu amigo Calvin e Charles Wallace partirem em uma jornada para resgatá-lo. Uma jornada perigosa pelo tempo e o espaço.
Uma dobra no tempo é uma aventura clássica, que serviu de inspiração para os mestres da fantasia e da ficção científica do mundo, agora adaptada para os cinemas pela Disney. Junte-se à família Murray nesta jornada, entre criaturas fantásticas e novos mundos jamais imaginados.

Link: Skoob | Comprar: SaraivaSubmarinoAmazonCultura

Resenha

Uma Dobra no Tempo é o primeiro livro de uma série clássica infantojuvenil de Madeleine L’Engle e que está completando 50 anos de existência. Desde o seu lançamento, o livro tem causado polêmica entre seus leitores. Por ser claramente uma obra de fantasia cristã, o livro tem dividido opiniões e essas opiniões a respeito da obra, são das mais variadas.

Quando comecei a ler -me interessei por ele por ser uma fantasia infantojuvenil e também ficção científica (gêneros que amo) – não fazia ideia que ele seria  cristão (eu e minha mania de ler livros às escuras) e descobrir isso no decorrer da leitura, tornou tudo muito mais agradável.

Bem, livros de ficção cristã são raridade em nosso mercado e sempre que me deparo com um, fico muito feliz. Essa é uma realidade que precisa mudar urgentemente no meio literário.

Uma dobra no tempo é aquele tipo de livro que agrada pessoas de todas as idades. Ele tem personagens cativantes, uma história intrigante e envolvente, aventura e suspense nas doses certas e mensagens fortes que podemos levar para toda a vida.

A autora criou um mundo que consegue unir coisas que conhecemos com elementos fantásticos, despertando a nossa curiosidade e desejo de continuar a ler o livro até o final. Antes de escrever minha resenha, li opiniões de outros leitores sobre o livro e percebi que algumas pessoas comparam a obra (de maneira inconsciente) com As Crônicas de Nárnia de C. S. Lewis. Talvez pelo fato de Nárnia ser uma das obras de fantasia cristã mais conhecidas e acabem achando que toda fantasia cristã tem que seguir o mesmo caminho. Errado pessoal.

Uma Dobra no Tempo não é Nárnia!

Uma Dobra no Tempo não tem nada a ver com Nárnia; a única semelhança é que ambas são cristãs e carregam mensagens bíblicas em seus enredos. O que, aliás, está bem explícito na obra de Madeleine.

Gostei bastante da leitura, mas ela deixa algumas lacunas no enredo. Senti falta de um maior aprofundamento em algumas coisas, como por exemplo, um melhor desenvolvimento e descrição sobre os mundos visitados pelas crianças e seus moradores. Não sei dizer se isso será suprido nos outros livros da série…

A edição da HarperCollins Brasil está impecável e no final do livro, temos acesso ao Discurso de agradecimento da autora pela medalha Newbery (Um excelente discurso, por sinal) e um Posfácio, que é na verdade uma mini biografia da autora e a trajetória de escrita até a publicação do livro, escrito por uma de suas netas. Vale muito a pena conferir os dois.

O livro tem uma mensagem muito forte sobre o amor, família e alguns princípios que se todos colocassem em prática, viveríamos num mundo muito melhor. Não é um livro para todo mundo ler (isso é um fato, principalmente se você vier com preconceitos e a mente fechada), apesar de conter uma linguagem simples, voltada para os mais jovens, algumas pessoas podem confundir as coisas e julgar a obra com preconceitos. Acredito que justamente isso é o que faz o livro gerar tanta polêmica.

Precisamos usar nossa inteligência. Tenho certeza que todo mundo é plenamente capaz de compreender o que é uma obra de ficção (com seus elementos fantásticos ou não) e o que é realidade. A leitura é feita para nos distrair e cabe à nós assimilar aquilo que é bom ou não. E, olha, essa obra tá cheia de mensagens (bíblicas) que valem muito a penas ser colocada em prática! #FicaDica

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

4 Fantasia

Uma dobra no tempo é aquele tipo de livro que agrada pessoas de todas as idades. Ele tem personagens cativantes, uma história intrigante e envolvente, aventura e suspense nas doses certas e mensagens fortes que podemos levar para toda a vida.

About The Author

Nerd, Geek, viciada em livros, youtuber, aspirante a jornalista, apaixonada por animais e nas horas vagas tenta ser engraçadinha.