Vermelho Sangue de Priscilla Ferreira

250

Vermelho Sangue é uma leitura densa, intensa, quente e pulsante como o sangue, mas o final nos deixa com o coração quentinho.

Sinopse

Essa é a história de dois destinos marcados pelo sangue.

Um homem e uma mulher que desejavam estar mortos a lidar com suas feridas. Eles tinham vivido os piores traumas e perdas que um ser humano é capaz de suportar. A escuridão era tudo que eles tinham, até que seus caminhos se cruzam.

Alessa D’Ângelo está fugindo de seu passado e Guilherme Salles da sua realidade. Um arranjo que será benéfico para todos vai aproximá-los, da relação de patrão e empregada a atração vai surgir quente como fogo.

Essa chama que acende quando estão juntos é o que eles precisam para manterem-se respirando em meio a escuridão de suas almas. A razão e o coração vão duelar incansavelmente a fim de que a esperança possa brotar entre as rachaduras de seus corações, para em seguida deixar a luz entrar.

Nesse livro você verá uma mulher machucada florescer. E um homem desiludido lutar desesperadamente por sua família. Você vai se emocionar do começo ao fim, mas vai terminar a última página com o peito repleto de vontade de recomeçar.

Resenha

Eu não costumo ler sinopses, então, quando comecei a ler Vermelho Sangue não fazia ideia de que precisaria fazer tantas pausas para respirar no decorrer de minha leitura. O começo do livro é de partir o coração e me senti sufocada, presa junto com a personagem.

Priscilla Ferreira me surpreendeu com sua escrita detalhada a respeito de um tema que infelizmente é uma realidade cruel e muito presente na vida de diversas mulheres. É preciso ter estômago forte para conhecer a história de Alessa e confesso que essa leitura me tirou totalmente da minha zona de conforto. Ler sobre as atrocidades que o marido de Alessa fez com ela partiu meu coração em mil pedaços, pois sei que existem muitas “Alessas” nesse mundo, vivenciando as mesmas coisas ou passando por um sofrimento ainda pior.

Alessa é um personagem que vou carregar em meu coração. Guilherme também. A autora criou personagens tão reais e quebrados, que suas dores nos cativam e é impossível não torcer para que encontrem a felicidade. Para quem já leu os outros livros da série, a aparição dos outros personagens é um bônus. Quem não gosta de matar saudades daqueles serzinhos que nos apegamos? Mesmo sendo o 4º livro da série é possível ler separadamente.

É sobre esperança…

Vermelho sangue não é uma leitura leve. É doloroso. O início é muito denso e precisamos fazer pausas para tomar fôlego e seguir em frente. A obra fala sobre violência doméstica, perdas irreparáveis, contém cenas de violência contra a mulher muito detalhada e isso me deixou com um embrulho no estômago.

É preciso salientar que a obra possui diversos gatilhos (a autora avisa isso no começo) mas é um livro que vale muito a pena ser lido. Vermelho sangue também fala sobre o amor, sobre a capacidade que temos de nos reconstruir; é sobre família, recomeços, segundas chances; sobre florescer e se redescobrir. É sobre esperança.

A autora conseguiu me cativar com sua escrita. Uma narrativa muito bem construída que me direcionou a virar sempre a próxima página, desejando um final mais do que feliz para Alessa e Guilherme e um fim trágico para Enrico. A leitura é densa, intensa, quente e pulsante como o sangue, mas o final me deixou com o coração quentinho. Livro mais do que recomendado!

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

5 Drama

Vermelho Sangue da Priscilla Ferreira é uma leitura densa, intensa, quente e pulsante como o sangue, mas o final nos deixa com o coração quentinho.

About The Author

Escritora, Geek, amante dos livros, youtuber, apaixonada por animais e não larga uma xícara de café.