O gosto pela leitura vem em nossos genes?

367

Você já se perguntou o porquê de gostar tanto de ler?


O nosso papo de hoje foi inspirado em uma crônica da linda da Lili Dantas (li no instagram dela @lili_dantasoliveira) onde a autora nos leva a refletir sobre o momento em que nos descobrimos leitores. O texto me fez pensar sobre algo mais profundo: será que nós somos “fruto do meio”, assimilando aquilo que vemos, ou o gosto pela leitura vem em nossos genes? 


Desde muito pequena eu me encantei pelas letras. Já falei sobre isso uma vez. Enquanto outras crianças desenhavam casas e bolinhas, eu desenhava (e colocava cabelo) letras. Achava incrível desenhar a letra “a” com um lacinho na ponta da perninha (a perna do a era uma trança em minha mente). Aprendi a ler cedo e minha madrinha me presenteava com muitos gibis (Influência?). Eu AMAVA. Apesar de ser incentivada à ler em casa, nunca vi meus pais com um livro nas mãos. Pelo menos não que me lembre. Raramente via minha mãe lendo algo além de jornais e revistas, porém, ela sempre fez muita questão que eu escrevesse corretamente. Era muito exigente na correção dos meus exercícios de português. Então, não posso dizer que o meu gosto pela leitura surgiu pelo exemplo de pais leitores, certo? Ler era algo meu, único, como se já tivesse nascido comigo. E foi aí que eu parei para pensar na questão do DNA.

Gostar de ler é hereditário?

Minha família é enorme e tem muitos artistas. Músicos, atores, bailarinas e, claro, escritores talentosos (que infelizmente não tive muito contato); na grande maioria poetas, mas também cordelistas e romancistas. Será que esse gosto pelas letras não é uma herança genética? Eu tenho quase certeza que sim! Não posso afirmar 100% porque desconheço algum estudo sobre isso, mas fica aí a dica para os geneticistas estudarem.


Ler e contar histórias faz parte do que sou, é como o ato de respirar, ou pulsar do coração, nasceu comigo e é vital em minha vida. Então sim, eu creio que seja uma herança genética (no meu caso). Consegui influenciar meus irmãos, que influenciam os filhos e assim perpetuamos o gosto pela literatura.


E quando foi que me descobri leitora? Acho que foi no momento em que rabisquei pela 1ª vez um livro sobre psicologia infantil, de uma coleção da minha mãe. Eu queria pintar e enfeitar as letras que tanto me encantavam. Depois vieram os gibis, o livro Pollyanna que ganhei no meu aniversário de 11 anos, o primeiro livro do Stephen King (Christine) que descobri na biblioteca do colégio quando eu tinha 15 anos e a coisa só aumentou quando comecei a ter dinheiro para comprar meus livros.  E você, quando se descobriu leitor?

Imagem de Sofía López Olalde por Pixabay

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

About The Author

Escritora, Geek, amante dos livros, youtuber, apaixonada por animais e não larga uma xícara de café.