Outlander – Ecos do Futuro de Diana Gabaldon

346

Outlander é uma experiência completa de leitura e apesar do livro ter sido lento no começo, o final superou todas as minhas expectativas.

Sinopse

UMA HISTÓRIA SOBRE FAMÍLIA

1777, Carolina do Norte. Em meio à Revolução Americana, o ex-jacobita Jamie Fraser e sua esposa Claire precisam decidir de que lado sua família estará. A escolha deveria ser fácil, já que Claire nasceu no século XX. Mas as coisas nunca são simples para os Frasers. Jamie preferiria morrer a ter que enfrentar seu filho ilegítimo, um jovem tenente do Exército Britânico.

Enquanto isso, na relativa segurança do século XX, a filha de Jamie e Claire, Brianna, e seu marido, Roger MacKenzie, estão vivendo em uma histórica casa escocesa onde, através de um abismo de dois séculos, o drama da história dos pais de Brianna vem à tona através de uma pilha de cartas de Claire.

Essas frágeis páginas revelam o amor e a jornada dos dois saindo da Carolina do Norte pelo mar, onde encontram corsários e batalhas no oceano. Até agora, o amor do casal sobreviveu a todos os perigos que a história colocou em seu caminho, mas, no caos da guerra, com famílias divididas, o pior está prestes a acontecer.

Com a participação de personagens históricos, como Benjamin Franklin, Ecos do futuro é uma obra-prima de imaginação e aventura. Um romance que ecoará na mente do leitor por muito tempo depois que a última página for virada.

Resenha

Precisei esperar 1 dia e meio após concluir a minha leitura do volume 7 de Outlander para sentar e escrever a resenha, tamanho o meu desespero com esse final. Eu não sei qual rumo a autora dará nessa história, mas sei que eu preciso desesperadamente do volume 8.

Confesso que até quase metade de Ecos do Futuro (ele tem 912 páginas) a leitura foi lenta, sem muita ação, o que não deixou a narrativa maçante, apenas num ritmo mais tranquilo. Para quem, como eu, está lendo o livro 7, já acostumou com a forma de narrar os fatos de Diana, então, mesmo lenta, a leitura é sempre prazerosa.

Acho que já falei sobre isso em alguma resenha, mas os livros de Diana tem aquela capacidade de trasportar o leitor para dentro da história e ler Outlander é muito mais do que uma simples leitura sobre a vida de um casal, é uma experiência completa, onde embarcamos na aventura junto com Claire e Jamie. Ao menos eu me sinto parte dos acontecimentos e gosto de passar dias lendo o livro, inserida nesse universo, acompanhando tudo junto com os muitos personagens.

Coração espatifado mil vezes

Particularmente, gostei da trama ter sido dividida entre passado e presente e entre toda a família de Jamie (isso inclui o filho bastardo, Ian, Brianna e família, Fergus e família, Jenny e família). Não me senti perdida, afinal, são personagens que já conhecemos bem suas histórias e já estamos acostumados com eles. O meu coração se espatifou por diversas vezes e ainda estou apanhando os caquinhos. Eu não sei como essa saga vai terminar, mas sei que até lá eu terei certeza de que não sofro do coração.

Diana foi cruel com seus leitores. O final é angustiante, desesperador e cheio de pontas soltas para serem resolvidas no próximo volume. Ainda bem que a Arqueiro vai publicar esse ano, pois eu não aguentaria esperar muito para saber o que vai acontecer com todos eles.

Como eu disse, Outlander é uma experiência completa de leitura e apesar do livro ter sido lento no começo, o final superou todas as minhas expectativas. Recomendo a leitura (e a série que vai estrear esse mês a 5ª temporada) para quem gosta de fantasia, ficção científica, drama, romance e muita aventura.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

5 Fantasia

Fantasia histórica: Outlander é uma experiência completa de leitura e apesar do livro ter sido lento no começo, o final superou todas as minhas expectativas.

About The Author

Escritora, Geek, amante dos livros, youtuber, apaixonada por animais e não larga uma xícara de café.