Tempo de Regresso de Kristin Hannah

480

É impossível não se identificar com a personagem Meghann, principalmente para uma mulher da minha idade. As dores dela desceram com um sabor amargo por minha garganta… Kristin tem o dom de saber nos incomodar no decorrer das suas narrativas e no final, acalentar nossos corações.

Meghann Dontess é uma mulher atormentada pela tristeza e pela solidão, e não consegue lidar com a difícil decisão que tomou na adolescência e que a fez perder tudo, inclusive o amor da irmã. Advogada de sucesso, trabalhando com divórcios, ela não acredita em relacionamentos – até que conhece o único homem capaz de fazê-la mudar de ideia.

Claire Cavenaugh está apaixonada pela primeira vez na vida. Conforme seu casamento se aproxima, ela se prepara para encarar a irmã mais velha, sempre tão dura e arrogante. Reunidas após duas décadas, essas duas mulheres que pensam não ter nada em comum vão tentar se tornar algo que nunca foram: uma família.

Sensível e divertido,Tempo de Regresso fala sobre os erros que cometemos por amor e as dores e as delícias que apenas irmãs podem compartilhar.

Resenha

Desde o primeiro livro de Kristin Hannah que li, virei fã da autora. Ela tem uma veia dramática que adoro e aborda temas pesados de uma forma mais ou menos leve, ou pelo menos mais digerível para o leitor. Desde então, todo lançamento da autora, que sai pela editora Arqueiro, faz parte dos meus pedidos de parceria.

“Tempo de Regresso” tem uma narrativa mais leve, talvez pela temática escolhida pela autora, e me causou uma certa estranheza no começo. Parecia que não era a Kristin escrevendo, mas tudo mudou quando comecei a conhecer melhor a personagem Meghann. Essa mulher carrega uma dor na alma tão profunda e tão real, convivendo com fantasmas do passado que a destroem a cada dia, que foi difícil não amar a sua construção. Impossível também não se identificar com ela. Meg é um personagem muito real.

Eu gostei bastante da Claire, ela é a pessoa que traz um certo alívio para a narrativa, mas sem sombra de dúvidas, Meghann e  Joe, foram os responsáveis a me fazer trilhar os caminhos escuros deste drama.

Um drama familiar relativamente pesado que trouxe graves consequências na vida dessas pessoas e me fez sentir um gosto amargo a cada página lida, a cada dor e sofrimento de Meg. 

Eu gostei bastante do livro, apesar de não ser o meu preferido da autora, só fiquei um pouco incomodada com o final. Não que o desfecho tenha sido ruim. Na verdade, o final foi um acalento para o meu coração, mas fiquei com a sensação de que ele foi feito para agradar aos leitores. Isso é ruim? Não. Foi apenas a sensação que tive. Quer dizer, uma das inúmeras sensações que a leitura me provocou. 

Li o livro bem rápido. É uma leitura dolorida, porém fluida. E para quem gosta de um drama sem muito dramalhão, “Tempo de Regresso” é uma boa pedida! Super recomendo.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

4 Drama

É impossível não se identificar com a personagem Meghann, principalmente para uma mulher da minha idade. As dores dela desceram com um sabor amargo por minha garganta... Kristin tem o dom de saber nos incomodar no decorrer das suas narrativas e no final, acalentar nossos corações.

About The Author

Escritora, Geek, amante dos livros, youtuber, apaixonada por animais e não larga uma xícara de café.